sábado, 8 de outubro de 2011

Embalo na madrugada

Tão pequeno
e de olhos atentos
acorda o dia
e dorme com a madrugada

É tudo tão bom
choro risada
leite dormindo para sonhar
balança que segura nos ombros

olhos que nada escapam
o teto a parede a estante
partes de um mesmo lugar
de um mundo só visto por este pequenos olhos

que não escapam
a um ligeiro olhar
olhos nos olhos
olhos dorminhocos

estão fechando
hoje se foi amanhã quem sabe
a rotina não mostra outro mundo
repleto de novidades

que preguiça
arroto
sonha meu filho
amanhã iremos brincar com a vida

5 comentários:

Tiago Malta disse...

eu gostaria de convidar vc pra ser postador neste blog http://cantinhodopoetafeliz.blogspot.com/

Alan André de Figueiredo disse...

Adoraria Tiago

Até Alan

Anônimo disse...

Eu sou a primeira suspeita a comentar, mais acredite é LLLLIIINNNDDDOOO!!!!!!!!!!!

Antonio Gonzaga disse...

Muito bonito papai...
Parabéns, belo trabalho...

Alan André de Figueiredo disse...

Valeu Antonio

Aparece aqui em casa com o Tiago sua mãe e a respectivas namoradas. Saudade.

Até Alan