sexta-feira, 15 de abril de 2011

Idiotismos milenar

O mato invadiu o asfalto
ah isso não pode
podemos nos transitar em paz?
Sem que a vida salte ante os olhos?

Eis que uma flor
brotou entre as grades da auto-estrada
e gritaram os desacordados
“chamem a companhia responsável!”

a companhia chegou
chegou também um maquinário pesado
pronto a degolar o mato que não presta
a vida que nos resta

o equipamento ligado
cortaram a flor que invadia o asfalto
ah mas isso já se faz a milênios
matar flores para celebrar a vida

o que é então matar a flor
para liberar a via?

2 comentários:

Henrique disse...

A gente conversou sobre a celebração da vida com uma morte. Mas penso: não seria melhor (ou menos pior?!) celebrar a vida com uma morte ao invés de nem sequer ter a consciência da importância da celebração da vida para poder celebrá-la??
Abraço.

Alan André de Figueiredo disse...

Ola Henrrique

Sim menos pior seria. Devemos comemorar sim a vida mas sem morte seria muito melhor não seria?! Por exemplo porque nós damos flores mortas as pessoas? Para mim a flor morta é um simbolo de delicadeza que serve tanto para casamento como para enterro. Não dou flores mortas dou elas vivas e quando quero que meu amor recebe uma bela flor tiro uma foto e a envia via SMS. Quer coisa mais bela do que uma flor sustentando a vida?

Até Alan