quinta-feira, 27 de setembro de 2012

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Em um subúrbio

Sempre a mesmo coisa
o mesmo tédio
e nada muda
o trem passa
e nada muda

nada

Uma morte
Uma fera
Um domingo

Mas um
dentre tantos domingos